A DITADURA E A “DITABRANDA”: Mídia e manipulação.

mídia manipuladoraNo dia 17 de fevereiro de 2009, o jornal Folha de São Paulo publica o editorial intitulado “Limites a Chávez” fazendo uma crítica ao governo de Hugo Chávez na Venezuela. Neste artigo o jornal compara o movimento repressivo do Brasil (1964-1985) com os demais da América latina, para isso utiliza o termo “ditabranda” argumentando que no período de ditadura brasileira as represálias e limitações de direitos humanos seriam mais leves se comparado com os demais países da América latina. O jornal argumentava que mesmo no período de ditadura o governo brasileiro mantinha “formas controladas de disputa política e acesso à Justiça” enquanto que no período do governo Chávez na Venezuela, de acordo com o jornal, estes acessos seriam vetados.

Sendo o jornal um dos principais e mais lidos no Brasil, a utilização do termo “ditabranda” teve grande repercussão levantando protestos pelos leitores, acadêmicos e diversas mídias no país, inclusive uma reportagem pela Rede Record ligando a Folha de São Paulo aos movimentos de repressão da ditadura. O jornal recebeu varias cartas de protestos e manifestações populares em frente ao prédio do jornal. O que o forçou, em vista da grande repercussão negativa, a se retratar com seus leitores e demais ofendidos pelo uso do termo.

Sobre isso.

Sobre isso percebemos as tendências de pensamento e inclinações que a grande mídia submete seus leitores, não apenas levando informação, mas também levando uma mensagem corrompida e distorcida amplamente tendenciosa utilizando de forma desrespeitosa o termo “ditabranda”, como se no período de ditadura os perseguidos, torturados e mortos pela repressão fossem algo a ser menosprezado em prol de uma nação “sob controle”. O jornal chega ainda a utilizar a expressão “formas controladas de disputa política e acesso à Justiça”. Se as formas de acesso à justiça ou de participação política são controladas é o mesmo que não existirem, pois quando são controladas servem apenas aqueles que têm o controle e monopólio dessas formas, em fim uma arma nas mãos dos bandidos.

"ditabranda"

Protesto artístico contra o termo “ditabranda” utilizado pelo jornal Folha de São Paulo e 2009.

ditabranda-folha

Anúncios

Sobre Douglas G. Fernandes

Professor de História graduado pela UNIMESP e Filosofia graduando pela UNIFESP. Autor do Portal Alexandria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: