Filme “Branded The Mad Cow” (2012)

Branded The Mad Cow (2012), é um desses filmes que desafiam a lógica e o senso corrente no que se refere à sétima arte. Com um roteiro nada convencional e muito menos linear, o filme se altera em drama e sátira provocando no telespectador a sensação de ter mudado de um mundo para outro em um pulo de tela. Sua importância deve-se a sua crítica nada sútil ao capitalismo e todo seu arsenal de fast food, marketing e rivalidade das grandes corporações multinacionais.


branded

Usando como plano de fundo o senário da Rússia atual, em contraste com os tempos de socialismo leninista, o filme transmite ao telespectador praticamente uma palestra sobre o marketing politico utilizado por Lenin, na campanha que divulga os ideais comunistas da União Soviética no inicio do século XX.

 Uma das partes mais interessantes do filme, surge no auge do drama, quando o protagonista (Misha Galkin ) se encontra dividido entre reconquistar seu grande amor (Abby Gibbons), a descoberta de um filho e as alucinações que passou a ter. Ele então tem o seguinte dialogo com a mãe de seu filho.

– (Misha Galkin) Todos estão felizes por ai, todos estão sorrindo.

– (Abby Gibbons) É porque todos querem ser felizes!

– (Misha Galkin) Um cordeiro castrado também é feliz, Porque ele não sabe o que perdeu!

Nem sabemos mais que desejos podem ser diferentes, fomos treinados a amar merda, querer merda, merda e mais merda.

– (Abby Gibbons) Treinados por quem?

– (Misha Galkin ) Lênin, marketing, marketing foi inventado por Lênin, e agora é a base da economia mundial .  A grande revolução das marcas globais venceram. Estamos em um mundo criado por Lênin.

Antes, as marcas formavam-se a partir dos desejos das pessoas. Agora as pessoas é que são formadas de acordo com os desejos das marcas.propaganda

Na verdade, o filme encontra diversos problemas para prender o espectador. Faz um apelo excessivamente gritante contra a ditadura das multi corporações , muda de gênero algumas vezes, o que o faz perder o foco e por muitas vezes perder também o sentido e a direção da trama, é um filme difícil de classificar em algum gênero, e se o espectador não tiver o mínimo de noção de conceitos sociais com certeza não vai gostar do enredo por não conseguir entender os conceitos implícitos ( e muitas vezes explícitos)!

Traz à memória o incrível e aclamado Eles vivem (They Live) de 1988, mas não consegue atingir a magnitude do mesmo, porém não deixa de ser interessante justamente por ser um filme Russo que foge do convencional, e atrai o espectador pela necessidade de atenção e esforço que o espectador deve ter para acompanhar a história, por esse motivo, cativa e se torna interessante assim como a roupa invisível do rei, só os inteligentes (preparados) conseguem ver!

                                                                                                                                  Douglas G. Fernandes.

Assista o trailer aqui!

FICHA TÉCNICA:

  • Título Original: The Mad Cow
  • País de Origem: EUA/Rússia
  • Gênero: Ação / Ficção Científica / Suspense/ Drama/ Sátira
  • Duração: 102 Minutos
  • Ano de Lançamento: 2012

ENDEREÇOS PARA ASSISTIR ONLINE:

  1. http://www.videobash.com/video_show/s245-518285
  2. http://vk.com/video190673945_164847176?hash=147663a379d8d9d2

VEJA TAMBÉM!

Filme “Eles vivem” (They Live) – 1988

Anúncios

Sobre Douglas G. Fernandes

Professor de História graduado pela UNIMESP e Filosofia graduando pela UNIFESP. Autor do Portal Alexandria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: