Crescente Fértil e o Modo de Produção Asiático

Crescente Fértil 

Crescente Fértil é uma região do Oriente Médio que abrange as primeiras
sociedades a desenvolver a agricultura o Estado e a escrita. É chamado assim pela fertilidade das terras ao longo dos rios onde diversas sociedades se sedentarizaram, ou seja, fixaram domínio e moradia. Estas civilizações se fixaram à margem de rios que lhe permitiram desenvolver um tipo especial de agricultura e modo de produção.

  • Mesopotâmia, rio Tigre e Eufrates.
  • Egito riu Nilo
  • Israel antiga Palestina, rio Jordão.
  • Antiga Fenícia, entre o mar mediterrâneo e o Jordão.

Modo de produção asiático

  • Sociedade

  1. Sedentária, moradia fixa.
  2. Hidráulicas, território fixado ao longo das margens de rios.
  3. Agricultura irrigada, grandes canais de irrigação dos rios até grandes plantações.
  • Estado

  1. Teocrático, os governantes estavam diretamente ligados à religião, a religião era um elemento justificador do poder político.
  2. Governos despóticos, uma única pessoa simboliza o poder político (autocracia).
  3. Burocracia desenvolve-se a escrita, uma ferramenta de administração do Estado. No Estado burocrático o domínio da escrita é fundamental para a produção das leis (burocracia = buro “escrita” crácia “governo”).
  • Economia

  1. Propriedade estatal da terra, o Estado era dono de todas as terras dentre seu território.
  2. Regime de servidão coletiva, os moradores trabalhavam nas terras e parte do que produziam era repassado ao Estado, isso é chamado de corveia real, um tipo de aluguel da terra. Eram portanto servos do Estado e não escravos.
  3. Numero reduzido de escravos, prisioneiros de guerra que não representavam um tipo de economia significativa.
  • Cultura e religião

  1. Sociedade estamental, sem mobilidade social, nada que o indivíduo fizesse poderia mudar sua condição social.
  2. Religião politeísta de característica antropozoomorfico, acreditava em vários deuses e estes deuses normalmente tinham características humanas e animais.
  3.  Crença na vida após a morte.


Ler também:

O que é Estado (resumo)

Periodização da Pré-História

Periodização histórica clássica.

Anúncios

Sobre Douglas G. Fernandes

Professor de História graduado pela UNIMESP e Filosofia graduando pela UNIFESP. Autor do Portal Alexandria.

  1. jean

    valel ae seu texto esta perfeito

  2. Amei este texto me ajudou muito com o meu trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: